quarta-feira, 25 de abril de 2018

Luiz Couto defende aumento de benefícios para idosos


O deputado federal Luiz Couto (PT-PB) que é membro suplente da Comissão de Defesa do Direito da Pessoa Idosa da Câmara dos Deputados participou nesta quarta-feira, 18, da reunião deliberativa que votou seis requerimentos voltados à defesa do idoso.

O parlamentar paraibano solicitou a palavra e elogiou o requerimento da deputada Flavia Morais, para a realização de audiência pública no âmbito da Comissão, para debater o Projeto de Lei nº 723, de 2011, que permite a elevação do valor do benefício de prestação continuada para o idoso e a pessoa com deficiência que necessite de auxílio permanente de terceiros.

Além do elogio, o deputado frisou que ao se verificar a proposta da Previdência, o beneficio da prestação continuada tinha previsão de definição posterior, verificando a idade e o valor: "Por tantos motivos, será importante a realização desta audiência e, por isso, voto totalmente a favor", disse o deputado.

Luiz acrescentou que a Comissão dos Idosos presta um papel muito importante para a população idosa e brincou: “Não gosto de usar a palavra idoso. Pois, existe varias fases na vida e quando chegamos a esta em que estou, afirmo que em vez de idoso somos a juventude acumulada”.


Ascom do Dep. Luiz Couto

Justiça Federal na Paraíba afasta “teto” de financiamento estudantil a 105 alunos de medicina do UNIPÊ


Estudantes poderiam sofrer cobranças indevidas devido à Resolução que limitou valor máximo para renovação semestral do contrato do FIES

A Justiça Federal na Paraíba (JFPB), a partir de ação movida pela União Nacional dos Estudantes (UNE), concedeu liminar proibindo o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) de aplicar o valor R$ 42.983,70 como limite máximo de financiamento para realização de aditamentos de renovação semestral a 105 alunos do curso de medicina do Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ), no âmbito do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

Com o “teto” previsto a partir da mudança na Resolução FNDE/CG-FIES nº. 15/2018, os estudantes - que haviam firmado contrato antes da edição da norma – seriam obrigados a arcar com parte dos consideráveis valores da mensalidade do curso de medicina daquela universidade.

Ainda na sua decisão, o juiz federal João Pereira de Andrade Filho, da 1ª Vara Federal, proibiu o UNIPÊ de realizar, até o julgamento final do processo, cobrança de qualquer diferença de mensalidade em razão desse teto. “Os estudantes representados pela associação poderiam sofrer cobranças indevidas e até mesmo ficarem afastados das atividades acadêmicas se não fosse suspensa a aplicação da norma impugnada aos seus contratos de financiamento estudantil”, afirmou o magistrado.

A liminar foi fundamentada na inconstitucionalidade da aplicação, aos contratos de financiamento estudantil anteriores à referida Resolução, do valor “teto” de financiamento para realização de aditamentos de renovação, por ofensa ao ato jurídico perfeito. Para o juiz federal, “não pode o estudante ser cobrado pela diferença entre esse teto e o custo efetivo do curso no qual está matriculado, reclamado pela instituição de ensino superior”.

De acordo com a decisão, mesmo sendo gradual a liberação dos valores financiados, dependente de aditamentos, estes não têm a finalidade de modificar o acordo principal, mas sim de assegurar seu cumprimento nas condições já estabelecidas, como a permanência do estudante na universidade e seu aproveitamento acadêmico mínimo em conformidade com as leis vigentes na celebração inicial do contrato.



Ascom

terça-feira, 24 de abril de 2018

Presidente Nacional do PV destaca a importância de Lira na chapa das oposições na Paraíba


O presidente nacional do Partido Verde, José Luiz Penna, elogiou, no último sábado (21), a presença do senador Raimundo Lira (PSD-PB) no evento de posse do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, no comando do Diretório Estadual da legenda na Paraíba. Para Penna, a presença de Lira engrandeceu e deu força ao evento.

 “Senador Raimundo Lira, o meu abraço, sabendo da sua opção de estar nesse bloco, nos conforta e dá apoio na condução de uma vitória”, disse o presidente nacional do Partido Verde, José Luiz Penna, destacando também que, sem essa aliança de forças, o projeto de governo de Lúcelio Cartaxo não andaria.

Durante evento de posse do prefeito Luciano Cartaxo na direção estadual da legenda, Penna destacou que a candidatura do PV na Paraíba tem chamado a atenção dos verdes de todo mundo.


Ascom

Montadora faz pesquisas para produzir carros com energia solar


Fábrica da Fiat em MG quer aplicar a luz solar como fonte de energia elétrica nos veículos e reduzir o consumo de combustível

Ao longo dos anos, a indústria brasileira passa por constantes evoluções, com o intuito de agilizar as atividades e promover a competitividade entre as empresas. As novas ideias agregadas ao setor são notadas, principalmente, nas tecnologias modernas, a exemplo da indústria 4.0.

Também conhecido como a 4ª Revolução Industrial, o movimento, que já pode ser observado em países desenvolvidos, se torna cada vez mais presente no Brasil.

Uma das áreas que já tem a indústria 4.0 inserida nos processos de produção é o setor automobilístico. No Brasil, a referência é a Fiat Chrysler Automobiles (FCA). Na fábrica localizada na cidade de Betim (MG), por exemplo, a empresa adota um avançado mecanismo tecnológico que coopera para maior produtividade e eficiência na fabricação dos carros.

Entre os projetos de inovação elaborados pela Fiat, está uma pesquisa que recebeu o nome de Girassol. A ideia é aplicar a energia solar como fonte de energia elétrica nos veículos, reduzindo o consumo de combustível e, consequentemente, a emissão de gases, em especial o carbono.

O supervisor de Inovação da FCA e responsável pelo projeto, Toshizaemom Noce, explica que a meta da pesquisa é fabricar um carro que use dois modelos de geração de energia.

“Se você pega um carro, liga o som, liga a luz, sobe ou desce o vidro, vira o volante, você está gastando energia elétrica. Só que essa energia elétrica foi gerada pelo motor queimando combustível. Então, na verdade, quando você está gastando energia elétrica, você está gastando combustível. Mas a gente viu que dava para colocar energia solar no carro. Então a ideia do projeto é colocar duas fontes de energia, não só do combustível, mas também energia solar.”, exemplificou.

Como normalmente as placas de energia solar são muito pesadas e poderiam comprometer o desempenho do carro, a solução que a Fiat encontrou foi usar células fotovoltaicas orgânicas. O produto é semelhante a um antigo filme fotográfico, e é de fácil aplicação em qualquer superfície do veículo, inclusive nos vidros.

De acordo com engenheiros da FCA, as células são impressas em um filme plástico, que pode ser transparente ou de cores variadas. Atualmente, a pesquisa encontra-se em andamento e os dados do projeto estão sendo organizados e preparados para publicação.

Na Fiat Chrysler Automobiles, a inovação por meio da indústria 4.0 também está interessada em dar melhores condições de trabalho aos funcionários da empresa. A utilização de análises de dados, robótica e simulações são procedimentos capazes de facilitar a execução do trabalho dos operadores.

Um dos itens mais importantes é o IC.IDO. Trata-se de uma linha de montagem virtual, idêntica a real. Segundo especialistas da equipe da Fiat, o software foi criado com o intuito de facilitar a tomada de decisões, com foco na segurança, qualidade e ergonomia dos processos.

O especialista em Simulação Virtual, Marcelo Lima, ressalta que essa tecnologia auxilia nas tomadas de decisões referentes à qualidade do trabalho oferecida ao operador.

“Ali, a gente tira algumas fotografias de como está o processo e mostramos para o setor de ergonomia. É ele que me dá a resposta se aquilo é adequado ou não. Com isso, a gente acaba buscando algumas soluções como o exoesqueleto, se por ventura aquela linha necessita de uma flexão de membro, inferior ou superior.”, disse.

O exoesqueleto citado por Marcelo é outro mecanismo utilizado pela Fiat que visa conforto e qualidade para o trabalhador. O item, segundo a equipe técnica, é tão importante como uma ferramenta e tem se tornado sinônimo de saúde do operador na linha de produção - o aparelho reduz o esforço da coluna lombar, ombros e membros inferiores.

O operador Diovane Vieira conta que sentiu a diferença a partir do momento que passou a usar o exoesqueleto.

“Eu não preciso mais curvar para visualizar o pino onde eu faço a fixação da tranca do capô. Hoje, fazendo a metade da minha atividade sentado, eu consigo visualizar o pino certinho.”, contou.

A FCA é a primeira empresa na América Latina a utilizar essa tecnologia. Além disso, a unidade produtiva dos motores da Fiat Chrysler Automobiles também foi pioneira na utilização do robô colaborativo. Essas máquinas são instaladas na operação de montagem do kit corrente do motor do veículo. Segundo a FCA, o robô colaborativo é essencial para o abastecimento de diferentes peças em um único ponto, o que diminuiu o trabalho do operador e torna a linha de montagem das peças mais eficiente.


Por Marquezan Araújo

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Em clima de campanha, Lígia Feliciano manda recado pra Ricardo Coutinho na TV


Se restava mais alguma dúvida sobre a pré-candidatura de Lígia Feliciano (PDT) nas eleições desse ano, ela já não existe mais. O programa de televisão apresentado pela vice-governadora foi ao ar no último sábado (22) com uma nova abertura, em clima de pré-campanha, exaltando a imagem de Lígia e com recados diretos ao governador do Estado, Ricardo Coutinho (PSB).
A abertura do programa reúne todas as características de um marketing pré-eleitoral e mostra Lígia  abraçando pessoas humildes, caminhando na praia e reunida com a família na sala de casa. Mas o que chamou mais a atenção das pessoas foi a música de abertura, que lembra um jingle de campanha, destaca várias qualidades que seriam inerentes à Lígia e ainda manda um recado claro ao governador do Estado: “Alguém leal assim todo mundo quer”, diz o jingle.

Na mensagem que segue o jingle e as imagens de abertura, Lígia critica a velha política e avisa que vai colocar o pé na estrada no Estado todo e fala em “pontes para soluções do povo da Paraíba”. Sobre o atual momento do Estado, Lígia diz que “basta ser justo para reconhecer os avanços da nossa Paraíba”, mas diz que “quando se olha para o futuro, percebe-se o tanto que ainda falta para fazer no Estado”.

Lígia ainda diz que “é paraibana, guerreira e otimista de carteirinha”, e afirma que não sabe pensar pequeno e que ainda não nasceu uma crise para derrubá-la. Ela avisa que quer cuidar “das pessoas e da nossa terra”. Quem também aparece  no vídeo é o deputado Damião Feliciano cantando “parabéns para você”, felicitando a esposa por ocasião do seu aniversário, comemorado no último sábado (21), dia de Tiradentes.

Se você ainda tem alguma dúvida de que Lígia Feliciano será candidata, assista ao vídeo abaixo. Resta saber qual será a reação política do governador do Estado, Ricardo Coutinho (PSB).


Fonte: Polêmica Paraíba

Operação Tiradentes prende mais de 130 suspeitos na Paraíba


As armas apreendidas nas abordagens foram 23 espingardas, dez revólveres e duas pistolas, em 21 cidades paraibanas. Nas ações, ainda foram cumpridos 11 mandados de prisão.

A Polícia Militar concluiu a operação Tiradentes com a prisão e apreensão de 138 suspeitos de vários crimes, entre a sexta-feira (20) e madrugada desta segunda-feira (23), em todo o estado. O balanço divulgado pela corporação traz ainda como resultado a apreensão de 35 armas de fogo, mais de quatro quilos de drogas e o registro de 30 veículos, com queixa de roubo e recuperados nas ações.

As armas apreendidas nas abordagens foram 23 espingardas, dez revólveres e duas pistolas, em 21 cidades paraibanas. Nas ações, ainda foram cumpridos 11 mandados de prisão.

A Operação Tiradentes, lançada na última sexta-feira (19) pelo próprio comandante-geral da Polícia Militar, Coronel Euller Chaves, que comandou pessoalmente um dos comboios nas ruas, contou com um reforço de mais de 800 policiais, aumentando o número de abordagens, bloqueios e incursões em áreas mapeadas e indicadas pelas estatísticas e inteligência da PM.

Entre os motivos das 138 prisões e apreensões realizadas, estavam tráfico de drogas, roubo, furto, porte ilegal de arma e homicídio (crime que teve uma redução de pelo menos 40% no período). Foram mais de 1.300 ocorrências atendidas no final de semana da operação.

O comando da corporação vai realizar uma reunião, nesta segunda-feira (23), para analisar o resultado e traçar novas ações para este fim de mês.


Com Ascom PMPB

Auxiliar de RC revela importância da união de forças em torno dos projetos de João para o Governo e Veneziano para o Senado


O secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão do Estado, Waldson de Sousa, em recente entrevista a imprensa destacou a importância para a continuidade da boa gestão do governador Ricardo Coutinho (PSB), a vitória dos pré-candidatos a governador, João Azevêdo (PSB), e a senador, do atual deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PSB). Para ele, o futuro governador João Azevêdo precisará de apoios fortes em Brasília para dar andamento aos projetos desenvolvidos pela gestão socialista e isso se dará com Veneziano senador.

Para o secretário, a gestão do PSB encerrou na Paraíba, aquele tipo de administração que se assinava ordem de serviço e não se fazia. “Isso acabou na Paraíba. O povo paraibano quer dar continuidade a esse tipo de desenvolvimento que o governador Ricardo já contemplou o Estado”, disse o auxiliar de RC, destacando que com João no Governo e Veneziano no Senado a Paraíba estará em boas mãos.

“João tem uma condição técnica e politica, muito forte para manter os rumos do projeto de desenvolvimento implantado por Ricardo Coutinho, que é uma missão muito dura a de substituí-lo, pois o governador é um grande político. Veneziano também compõem a nossa chapa de pré-candidato ao Senado e traz para a coligação um nível e qualidade muito grande. Então temos uma composição muito forte a partir dessa junção”, disse Waldson, afirmando que hoje o PSB já conta com uma representação federal sobre o nome de Veneziano como deputado federal.

“Veneziano é um grande quadro e o governador tem um respeito imenso pela pessoa e atuação política de Vené. Eu acho que o PSB está muito bem representado e Veneziano tem o papel de representar Ricardo Coutinho no Senado”, finalizou Waldson de Sousa.


Por Jornalismo PB

domingo, 22 de abril de 2018

Justiça Federal na Paraíba condena onze envolvidos na Operação Carta Marcada


Quadrilha forjou três licitações, apropriando-se de verbas públicas que haviam sido transferidas pelo Fundo Nacional de Saúde ao município de Sousa

Onze acusados da "Operação Carta Marcada" foram condenados pela Justiça Federal na Paraíba (JFPB) a cumprir penas que variam de 1 ano e 6 meses a 15 anos de detenção, reclusão e multa. Servidores e outros integrantes da quadrilha cometeram os crimes fraudes à licitação (art. 90, da Lei 8.666/93), de responsabilidade (art. 1º, I, do Decreto Lei nº 201/67) e de associação criminosa (art. 288, CP), por apropriarem-se de verbas públicas transferidas pelo Fundo Nacional de Saúde à Prefeitura Municipal de Sousa.

A sentença, da 8ª Vara Federal de Sousa, publicada no Diário Oficial Eletrônico da Justiça Federal da 5ª Região desta sexta-feira (20), destacou que o grupo forjou três  procedimentos licitatórios, que permitiram o desvio de verbas públicas que se destinavam à construção dos postos de saúde nos Bairros Guanabara, Estação e no Várzea da Cruz.

Na primeira licitação analisada (Tomada de Preços n.º 008/2004), que visava construir dois Postos de Saúde, nos bairros da Estação e Guanabara, o juiz federal Diego Guimarães constatou que o procedimento foi forjado a fim de beneficiar a empresa Evidence, que se sagrou vencedora. "Ficou provado que houve um mero simulacro do certame, restando frustrado o seu caráter competitivo, por meio de atuação dos próprios membros da Comissão Permanente de Licitação.", declarou.

Em uma outra licitação (Carta Convite n.º 069/2004), em que o município de Sousa objetivava construir um posto de saúde no bairro Estação, o magistrado reconheceu que o procedimento também foi fraudado, desta vez por ter sido direcionado desde o início para a empresa Construtora Santa Cecília Ltda, frustrando o caráter competitivo do certame. "Ficou comprovado que a Comissão não realizava as reuniões para abertura dos envelopes; que documento de regularidade de FGTS foi apresentado por uma das empresas concorrentes somente um ano após a licitação;  dentre outras irregularidades.", apontou.

No entanto, o fato que chamou mais atenção no processo foi de que a quadrilha realizou essas duas licitações para a construção da mesma obra: o posto de saúde no bairro Estação. "Foi constatado, ainda, que foram pagos o montante de R$ 331.190,48 às empresas vencedoras dos certames fraudulentos, sem sequer a construção ter sido iniciada", declarou o juiz federal.

Em uma terceira licitação, desta vez para construção de um posto de saúde no bairro Várzea da Cruz, a Prefeitura de Sousa deflagrou o certame através do Convite n.º 046/2003, que, conforme foi provado, nunca ocorreu, sendo direcionado desde seu início para a empresa M.P. Construções Ltda. Neste mesmo contrato, ficou comprovado o pagamento de 81,80% do valor da obra, quando apenas 25% havia sido executada, o que representa um desvio de dinheiro público no valor de R$ 101.065,13.

Foram condenados:

·Andréa Queiroga Gadelha: 07 (sete) anos e 10 (dez) meses de reclusão.

·José Braga Rocha Neto: 11 (onze) anos e 01 (um) mês de reclusão.

·Márcia Queiroga Gadelha: 01 (um) ano e 06 (seis) meses de reclusão, 05 (cinco) anos e 04 (quatro) meses de detenção e R$9.224,22, a título de multa.

·Edjaneide Pereira da Silva: 01 (um) ano e 06 (seis) meses de reclusão, 05 (cinco) anos e 04 (quatro) meses de detenção e R$9.343,09, a título de multa.

·Zeneide Braga Ponce:  04 (quatro) anos e 01 (um) mês de detenção e R$9.343,09, a título de multa.

·Ismênia Gadelha Pinto: 04 (quatro) anos e 01 (um) mês de detenção e R$9.343,09, a título de multa.

·Maria dos Remédios Oliveira Estrela: 02 (dois) anos e 08 (oito) meses de detenção

·Dalton Cesar Pereira de Oliveira: 04 (quatro) anos e 03 (três) meses de reclusão.

·Bertrand Pires Gadelha: 11 (onze) anos e 03 (três) meses de reclusão.

·Hermano da Nóbrega Lima: 15 (quinze) anos e 03 (três) meses de reclusão.

·Djalma Leite Ferreira Filho: 06 (seis) anos e 06 (seis) meses de reclusão.

De acordo com a sentença, os condenados podem recorrer em liberdade.

Saiba mais:

A Ação Penal é derivada da “Operação Carta Marcada”, na qual se investigou, em atuação conjunta da Polícia Federal, Ministério Público Federal e Receita Federal, suposto esquema montado para fraudar licitações e desviar dinheiro público mediante a utilização de empresas fantasmas, em, aproximadamente, 52 prefeituras paraibanas.

PROCESSO Nº 0000202-23.2006.4.05.8202 - SENTENÇA (CLIQUE AQUI)

Assessoria

Prefeito de Sousa avalia que população paraibana reconhecerá trabalho de RC e votará em João e Veneziano


Considerado uma das mais importantes lideranças do Sertão paraibano, integrante do PSB, do governador Ricardo Coutinho, o prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, revelou em recente entrevista que está pronto para caminhar por todas as ruas de sua cidade ao lado dos pré-candidatos a governador, de João Azevêdo (PSB), e a de senador, do atual deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PSB). Para Tyrone, esses nomes representam a continuidade e ampliação de um projeto que vem dando certo na Paraíba.

Segundo Tyrone, a Paraíba, não pode olhar para traz e deve continuar no seu ritmo de avanços, por isso vai defender com muita garra a continuidade de um projeto que tornou a Paraíba uma referência nacional. “A Paraíba conhece João e João conhece a Paraíba, ele sabe o que ocorre no Estado e o que o Estado precisa. Quero dar aqui também as boas-vindas a Veneziano, que é um político que tem grandes legados deixados à sua terra e vai ser nosso senador. Vamos defendê-lo aqui também com muito orgulho e muito amor”, disse Tyrone confirmando também que pretende caminhar todas as ruas de Sousa, ao lado de João e Veneziano. “Vamos andar as ruas de Sousa a defender os nossos nomes”, disse o prefeito.

“Estamos aqui em Sousa para defender o nosso competente candidato a senador pelo PSB”, disse Fábio, destacando que Veneziano apesar de já ter uma larga experiência administrativa à frente da prefeitura de Campina Grande e agora na Câmara Federal, será uma novidade para o Senado, devido a sua idade e ideias. “Ele vai rejuvenescer aquela Casa, com a garra e vontade, das suas ideias novas e um sorriso que só Veneziano tem. Então nós estamos prontos para enfatizar as qualidades dos nossos candidatos, pois temos certeza que teremos êxito”, disse o gestou sousense. Confira a entrevista de Tyrone: https://youtu.be/OhS32UVgPfI


Jornalismo PB

sexta-feira, 20 de abril de 2018

PSD indica Raimundo Lira para concorrer ao Senado em chapa encabeçada por Lucélio Cartaxo

Nesta sexta-feira (20), o PSD lançou uma nota afirmando que vai apoiar a pré-candidatura de Lucélio Cartaxo, ex-presidente da legenda em João Pessoa e irmão do prefeito Luciano Cartaxo (PV), na disputa pelo Governo do Estado da Paraíba. De acordo com o texto, é preciso unir as oposições em torno de um único projeto.

Na nota também é referendado o nome do senador Raimundo Lira para uma das vagas ao Senado Federal, na chapa encabeçada por Lucélio.

Confira a nota:

NOTA DE APOIO

COMPROMISSO COM AS MUDANÇAS QUE A PARAÍBA PRECISA E DESEJA

O PSD apoia e defende um Estado centrado nas prioridades sociais e comprometido com o desenvolvimento de todas as suas Regiões.

Acreditamos nas políticas que priorizam a geração de emprego e renda, segurança pública, condições essenciais para garantir a tranquilidade e a paz da nossa população.

Confiamos em uma administração moderna e sempre atenta as mudanças que se fazem necessárias. Entendemos que a sustentabilidade está ligada às necessidades dos cidadãos e que isso se dá por meio de um desenvolvimento solidário, moderno e com adesão de todos os segmentos sociais e econômicos.

Neste sentido, o Partido Social Democrático (PSD), decide apoiar a pré-candidatura de Lucélio Cartaxo (PV) ao Governo da Paraíba.

Marchamos juntos e unidos, em torno desta proposta de transformação.

Para compartilhar deste Projeto, temos o nome do nosso Senador Raimundo Lira, que reúne a experiência, a ética, a decência, aliada a vontade de contribuir, oferecendo a sua visão Municipalista e Empreendedora, na defesa da Nossa Paraíba no Senado Federal.

Para o PSD, o fortalecimento das oposições levará às paraibanas e paraibanos uma proposta que será capaz de promover as mudanças que a Paraíba tanto precisa e deseja.


EXECUTIVA ESTADUAL DO PSD

Livro com poemas de Geraldo Vandré é lançado na Paraíba nesta sexta-feira (20)


Após fazer dois shows históricos na Paraíba, o cantor e compositor Geraldo Vandré lança agora em sua terra natal o livro “Poética”, de sua autoria. A obra, originalmente intitulada de “Cantos Intermediários de Benvirá”, teve sua primeira edição lançada no Chile em 1973, ainda durante o período do exílio do artista naquele país. Já “Poética”, a primeira edição brasileira da obra, será lançada nesta sexta-feira (20), às 19h, na Academia Paraibana de Letras, localizada na Rua Duque de Caxias, centro da capital.

O Secretário de Estado da Cultura, Lau Siqueira, lembra que “as pessoas que não puderam assistir o recital dos dias 22 e 23 de março, agora poderão ter esse encontro com o poeta e ainda levar para casa uma obra de rara beleza”. O livro será vendido no valor de R$ 30,00 (trinta reais) e quem não puder comparecer ao lançamento, poderá ainda adquirir um exemplar da obra na própria APL, que funcionará como um ponto de venda aqui no estado.

A reedição de “Poética” é assinada pela Editora A União, do Governo do Estado da Paraíba, e assim como a edição original é composta por poemas escritos pelo “Mito da MPB”, Geraldo Vandré.

Recital “Música e Poesia da CAPITANIA DE WANMAR”

Nos dias 23 e 24 de março, Geraldo Vandré quebrou 50 anos de silêncio artístico ao se apresentar num recital histórico na Paraíba. À convite do Governo do Estado, e ao lado da pianista Beatriz Malnic, do violonista Alquimides Daera, da Orquestra Sinfônica e do Coro Sinfônico da PB, Vandré subiu no palco ovacionado pelo público e cantou pérolas de sua carreira, como o hino da resistência ao militarismo “Para não dizer que falei de flores / Caminhando”. Foi, principalmente, através desta canção que Vandré se tornou o artista mais requisitado do Brasil e também alvo dos militares, que condicionaram sua volta ao país de origem ao preço de não mais cantar músicas de protesto. Como resposta, Vandré deu o seu mais absoluto silêncio artístico durante de cinco décadas e passou a ser conhecido como o “Mito da MPB”.


Por Amanda Falcão Evangelista

Inquérito no STF contra 7 deputados do PP é arquivado


Eram investigados no inquérito Aguinaldo Ribeiro, Simão Sessim, Roberto Balestra, Jerônimo Goergen, Eduardo da Fonte, Mario Negromonte Júnior e Waldir Maranhão.

O ministro Edson Fachin do Supremo Tribunal Federal) decidiu arquivar investigação sobre sete parlamentares do Partido Progressistas (PP) e que envolviam repasses da empreiteira Queiroz Galvão ao diretório da legenda nas eleições 2010, investigados pela Operação Lava Jato.

O inquérito apurava o repasse de R$ 2,74 milhões “sob o disfarce de doações eleitorais oficiais” do grupo Queiroz Galvão ao diretório nacional para distribuição aos parlamentares candidatos à reeleição pelo PP.

Com a decisão, não serão mais investigados nesse inquérito os deputados Aguinaldo Ribeiro, Simão Sessim, Roberto Balestra, Jerônimo Goergen, Eduardo da Fonte, Mario Negromonte Júnior e Waldir Maranhão, que hoje está no PSDB.

Aguinaldo Ribeiro, Eduardo da Fonte e Arthur Lira e o senador Ciro Nogueira (PI) continuam sendo investigados por um outro repasse, de R$ 1,6 milhão envolvendo um suposto contrato fictício realizado em 2011. Nesse caso, Fachin concedeu prazo de 60 dias para que sejam feitas diligências pela Polícia Federal.
O pedido foi feito pela Procuradoria Geral da República, que argumentou que não havia indícios mínimos de prova para manter a investigação.

Também a pedido da PGR, Fachin determinou o envio das investigações o vice-governador do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região. À época dos fatos investigados, ele era presidente nacional do PP.

Segundo a Procuradoria, ele não tem foro privilegiado no Supremo, e a investigação deverá continuar na segunda instância da Justiça Federal.


G1

Venezuelanos que vivem no Brasil começam a receber CPF e Carteira de Trabalho


Intuito do governo é inserir esses imigrantes no mercado e evitar que eles fiquem em condições degradantes

Os imigrantes venezuelanos que estão em São Paulo começaram a receber o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e a Carteira de Trabalho. Nesta semana, o Ministério do Trabalho participou de uma ação para emitir os documentos aos 161 venezuelanos que estavam em Roraima e foram transferidos para a capital paulista.

O intuito do governo é inserir esses imigrantes no mercado e evitar que eles fiquem em condições degradantes nas cidades brasileiras. O encaminhamento desses venezuelanos para o mercado de trabalho também ocorre em Boa Vista (RR) e em Cuiabá (MT).

Na última quarta-feira (17), a Comissão Mista que analisa a Medida Provisória de ajuda aos imigrantes venezuelanos (MP 820/2018) recebeu a procuradora do Trabalho Cristiane Maria Lopes, que se mostrou preocupada com o possível aumento de trabalho informal.

“Nós não temos na medida provisória sequer a palavra trabalho, a palavra emprego. Nós temos uma definição de proteção social que é muito limitada, e para a OIT e para o Ministério Público do Trabalho, proteção social, em primeiro lugar, é trabalho, renda e seguridade social.”

Membros dessa comissão mista visitarão Roraima na sexta-feira da próxima semana (27) e os deputados e senadores poderão verificar de perto as condições dos imigrantes que chegaram no estado.

De acordo com a subchefe de Articulação e Monitoramento da Casa Civil, Natália de Souza, a situação é preocupante. Ela conta que, geralmente, a primeira coisa que os estrangeiros falam quando chegam ao Brasil é que precisam de ajuda.

“O Brasil é um país receptivo que adere aos acordos humanitários. Na medida da nossa possibilidade, a gente vai tratar isso como uma assistência humanitária. Mas a frase que a gente mais ouve deles quando chegam no Brasil é que eles têm fome. Eles são refugiados econômicos com fome, que querem trabalhar e se inserir aqui no Brasil.”

É o caso do pedreiro e eletricista venezuelano Oswaldo José Rodrigues Rojas, de 48 anos. Ele pesava aproximadamente 98 quilos e, quando chegou ao Brasil, perdeu 22 quilos. Ainda sem falar português, Rojas foi obrigado a largar tudo na Venezuela e se emociona ao contar da crise humanitária que seu país natal enfrenta.

"Um país que está completamente arruinado, saqueado. Há gente comendo animais, comendo cachorros. Aqui (no Brasil) temos recebido grande parte de ajuda dos brasileiros. Agradeço muito!"

Militares da Força Aérea Brasileira (FAB) trabalham nos abrigos para prestar assistência médica e distribuir alimentos às famílias. As ações de ajuda humanitária foram reforçadas e, no abrigo de Boa Vista, 4,5 mil refeições diárias estão sendo oferecidas aos venezuelanos.


Por Cintia Moreira

quinta-feira, 19 de abril de 2018

ITCG publica regulamento do Programa de Aceleração de Startups em parceria com a Avati


O programa oferecerá mentorias e conteúdos estratégicos aos participantes

A Fundação Parque Tecnológico da Paraíba – Fundação PaqTcPB, através da Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Criativos e Inovadores de Campina Grande – ITCG e em parceira com a Aceleradora AVATI, publicou no último dia 13 o regulamento do Programa de Aceleração de Startups ITCG/AVATI.

O objetivo do programa é fazer com que as startups alcancem o Product Market Fit, por meio da modelagem da melhor estratégia de acesso e comunicação com o mercado. O público-alvo são Startups, incubados e associados ITCG.

O programa garante às startups acesso a conteúdos especializados, mentorias individuais, além da possibilidade de apresentação do negócio para investidores.

Dividida em 5 etapas, a parceria ITCG/AVATI receberá inscrições até o dia 25 de abril. O valor da inscrição por startup é de R$ 5.000,00. Incubadas ITCG poderão participar gratuitamente.

Inscrições no link. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail mayaracosta@paqtc.org.br, ou no telefone (83) 2101-9030.



Assessoria