.

sexta-feira, 6 de maio de 2016

PPS realiza Encontro Regional em Cajazeiras referendando Jucinério Felix na presidência do Diretório Municipal

O Partido Popular Socialista (PPS) realizou na manhã desta sexta-feira (06/05), na Câmara Municipal de Cajazeiras – com inicio às 10hs00, um evento regional, onde estiveram presentes delegações das cidades circunvizinhas, para serem referendados os seus presidentes das antigas comissões provisórias em Diretórios Municipais.

Em Cajazeiras, o Vereador Jucinério Félix foi referendado como presidente municipal e coordenador regional da legenda. 

Presidindo o referido encontro, o presidente estadual da legenda, jornalista e vice-prefeito da Capital paraibana Nonato Bandeira agradeceu à presença dos filiados e demais pessoas e explanou sobre vários temas, como por exemplo, o apoio do PPS em Cajazeiras à pré-candidatura do deputado José Aldemir (PP), que prestigiou o evento.

Ainda de acordo com Bandeira, o partido vem se fortalecendo no Estado, com a ampliação de (vinte e sete) comissões provisórias para (cento e trinta e um) Diretórios Municipais – devidamente representados, como é o caso das cidades de Carrapateira, Monte Horebe, São José de Piranhas, Uiraúna e consequentemente Cajazeiras.

Perguntado sobre boatos que o PPS estaria sendo direcionado para a base de apoio da situação local Nonato foi enfático e reiterou sua palavra assegurada anteriormente; “Quem sabe da realidade política de um município é quem vive neste município, quem vive a doutrina política desse município, portanto, quero deixar bem claro, que em Cajazeiras, quem comandará o PPS é o Vereador Jucinério Félix e, qual o destino sobre a conjuntura e sistema de coligações para as eleições de outubro será justamente o próprio Vereador Jucinério que escolherá juntamente com os demais membros, o melhor caminho”, esclareceu Nonato Bandeira.



Da redação

Polícia prende elementos suspeitos de praticar assaltos e sequestros em Cajazeiras

Um verdadeiro esquema policial foi desencadeado nas primeiras horas desta sexta-feira (06), na cidade de Cajazeiras, para retirar de circulação, uma quadrilha de criminosos acusados de praticar assaltos e sequestros na “terra do padre Rolim”.

A ação, denominada de “Operação Capoeiras” resultou na prisão de cinco pessoas - acusadas, inclusive de tráfico de drogas. O bando era comandado por José Francisco de Souza, o individuo conhecido pela alcunha de “Zé Cancão”, que já foi preso diversas vezes acusado de vários outros crimes. Com ele, a polícia prendeu: Ivan Ferreira de Araújo, Vitória Regina Campos de Oliveira, José Iranildo de Oliveira Soares “Zé Baiano” e o menor IPS, o “Paulistinha”.

Segundo informações do delegado que chefiou a operação, os marginais agiam tanto em Cajazeiras, como nas cidades circunvizinhas, realizando todo tipo de crime. Ainda de acordo com o delegado, o bando chegou a sequestrar uma criança nos últimos dias.
Na abordagem, os acusados estavam prontos para efetuar mais um crime nesta madrugada, porém, o grande efetivo policial sufocou a ação que seria posta em prática e acabou culminando na prisão em flagrante dos bandidos.


Da redação 
Fotos: Ângelo Lima

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Presidenta Dilma assina MP que prorroga prazo do CAR de imóveis de até quatro módulos fiscais

A medida provisória assinada pela presidente, Dilma Rousseff, prorrogou para o dia 05 de maio de 2017 o prazo para que os imóveis com até quatro módulos fiscais façam o Cadastro Ambiental Rural (CAR), com direito aos benefícios trazidos pelo Código Florestal, Lei N° 12.651/2012. A MP N° 724 foi publicada do Diário Oficial desta quinta-feira (05). O prazo para cadastramento dos demais imóveis termina hoje (05), já que os benefícios associados ao Programa de Regularização Ambiental (PRA) vale apenas para as propriedades ou posses rurais com menos de quatro módulos fiscais, unidade de medida que varia de acordo com o município do país, indo de 5 a 110 hectares.

A esperança dos produtores que tem propriedades maiores que quatro módulos recai agora  sobre a MP 707/15 que foi aprovada pela Câmara, nesta quarta-feira (04) e que segue para o Senado para ser apreciada nos próximos dias. Caso seja aprovada pelos senadores e receba a sanção presidencial, o prazo será estendido para o dia 31 de dezembro de 2017. O presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), Murilo Paraíso, lembra que a MP assinada por Dilma contempla boa parte dos 1.800 associados da entidade, que é formada em sua grande maioria por pequenos e médios produtores de cana. “É uma medida que contempla nossa categoria, mas vamos torcer para a MP 707 ser aprovada e sancionada para que o benefício da ampliação do prazo contemple todos os produtores rurais, independente dos módulos que tenha suas propriedades”, disse Murilo.

Segundo o diretor geral do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente e responsável pela gestão do CAR, Raimundo Deusdará, a medida foi uma maneira de ampliar a inclusão dos agricultores familiares, tendo em vista que estes, conforme o Código Florestal tem direito a apoio do Poder Público. “Uma característica do novo Código é tratar os diferentes de maneira diferente. Com a prorrogação do prazo, teremos mais um ano para prestar apoio aos pequenos, conforme previsto na Lei”, afirmou.


A inscrição no CAR será exigida pelas instituições financeiras para concessão de crédito agrícola e também dá ao produtor acesso aos mercados que já vem exigindo o cadastro com comprovação da regularidade ambiental. Segundo o governo, a partir das 0h desta sexta-feira (06) o Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (SiCAR) passará por manutenção e o cadastramento estará temporariamente indisponível.

Fonte: CNA

Famílias carentes são orientas a invadir terreno à margem da BR-230 em Cajazeiras e são expulsas. Vídeo!



Ângelo Lima

Mulher é encontrada morta dentro de casa em São José de Piranhas

Uma mulher de 38 anos foi encontrada morta na manhã desta quinta-feira (5), na própria casa onde morava, na Rua João Inácio Filho, (próximo ao Tabuletão) em São José de Piranhas. Rosa Vieira da Silva foi achada sem vida pela filha caçula, de apenas 7 anos de idade.

Segundo informações de populares, a criança percebeu que a mãe não acordava, abriu a porta e chamou os vizinhos para ajudar. Um médico cubano, que mora nas proximidades constatou o óbito. Ela já sofria alguns problemas de saúde e morava com duas filhas, uma delas deficiente.

Rosa Vieira da Silva residia no Sítio Sossego - Zona Rural do Município, mas atualmente estava morando na cidade. Ela deixa três filhas.



Por Dida Gonçalves 

Rafaela Ravena, capa da 'Sexy', acaba mostrando demais ao lançar ensaio nu

A modelo Rafaela Ravenacapa da edição de maio da revista "Sexy", não chamou atenção apenas ao exibir os seios com mais de 1 litro de silicone no ensaio nu que fez para a publicação. No evento de lançamento da revista, que aconteceu em São Paulo, nesta quarta-feira, 4, a modelo também "causou" logo na chegada.
Para sua grande noite, Rafaela apostou em um microvestido transparente, decotadíssimo e cheio de bordados e pedrarias, que deixou pouco à imaginação. O tamanho diminuto do modelito, no entanto, causou uma saia justa: na hora de posar para as fotos sentada no sofá, Rafaela acabou mostrando demais ao cruzar as pernas.
O que também chamou atenção foi sua disciplina em manter a boa forma: a modelo fitness dispensou doces, canapés e champanhe e não se importou em preparar seu shake de whey protein em frente aos convidados.
Em entrevista ao EGORafaela contou que pega firme na malhação, mas que não resiste a um chocolate de vez em quando. "Malho duas vezes por dia, para mim não é obrigação, é um prazer. Relaxo quando vou à academia. Participo de muitos eventos fitness, que é meu meio de trabalho, mas às vezes me descontrolo com chocolate. Confesso que sou chocólatra", disse ela.

A modelo também revelou suas preferências sexuais: "Gosto de homem mais romântico, que mande flores, convide pra jantar... Mas, no sexo, curto uma coisa mais selvagem. Puxada de cabelo, tapinhas. Não gosto de sexo muito romântico e meloso. Não 50 Tons de Cinza, mas quase lá."

PSOL terá candidato - resolução eleitoral sobre João Pessoa

Resolução Eleitoral do PSOL João Pessoa

O Diretório Municipal do PSOL, reunido para deliberar sobre as eleições 2016 em João Pessoa, torna pública a decisão sobre a pré-candidatura oficial, a disputa do Legislativo Municipal e o arco de alianças que vem sendo construído.

Candidatura Própria:

A retirada das pré-candidaturas de Fabiano Galdino, ex Presidente do PSOL/PB, e Tárcio Teixeira, Presidente do PSOL/PB e candidato ao Governo da Paraíba em 2014, representa a unidade partidária em torno do nome do companheiro Victor Hugo, Auditor Fiscal do Estado, ex Presidente do SINDIFISCO e integrante do Fórum dos Servidores Públicos do Estado da Paraíba.

A tática de candidatura própria já havia sido definida pelo PSOL durante o Congresso Municipal realizado no segundo semestre de 2015. O amadurecimento coletivo para a escolha de Victor Hugo como pré-candidato é resultado de uma análise que tomou como referência o importante papel cumprido pelo militante na defesa do/a Servidor/a e, principalmente, do Serviço Público, atacado e fragilizado pelas gestões municipais e, estadual.

É fundamental que João Pessoa tenha uma candidatura de esquerda com um programa voltado para as pessoas. A capital Paraíba já viveu o modo petista de governar por mais de dois anos com Cartaxo, que mudou de legenda e seguiu o mesmo modo operante que envolve denúncias de recurso público e falta de diálogo com a população. Nossa cidade também já disse um não ao PSB do Governador Ricardo Coutinho (PSB/PB) ao recusar Estelizabel (PSB/PB) como Prefeita e não aceitará a imposição de seja qual for o/a secretário/a, seja ele um suposto especialista em obras, seja ela de uma pasta que nunca realizou concurso público e que possui dezenas de denúncias de tortura na FUNDAC e nunca se posicionou sobre o assunto.

Vivemos nacionalmente um momento coletivo de análise da realidade que leva a uma necessária renovação no quadro político nacional. Candidatos com a marca de aliados de Cunha (PMDB/RJ) ou de partidos envolvidos na Operação Lava Jato devem perder muito espaço nas próximas eleições. As denúncias de corrupção que envolvem dezenas de partido não chegam ao PSOL. As eleições de 2016 podem ser o momento de maior renovação na política nacional, João Pessoa e a Paraíba é parte desse processo, o Partido Socialismo e Liberdade está a disposição para esse importante momento histórico.

O nome de Victor Hugo, além do preparo político e técnico, cabe perfeitamente no contexto apresentado, além de fortalecer a possibilidade de consolidação de Frente de Esquerda e de eleger os/as primeiros/as vereadores/as do PSOL em João Pessoa. Uma grande atividade de lançamento, que envolverá também todos/as os/as pré-candidatos/as que disputarão as primeiras vagas do PSOL na Câmara Municipal de João Pessoa, será realizada no dia 25 de maio de 2016, no turno da noite.

Legislativo Municipal:

É tarefa do PSOL de João Pessoa priorizar a disputa pela primeira vaga no Legislativo Municipal, para isso os/as filiados/as que já foram candidatos/as em outras oportunidades devem novamente colocar o nome a disposição; quem disputou cargos majoritários pelo partido vai compor a chapa proporcional; novos filiados/as com expressão na cidade serão convidados a ampliar essa linha de prioridade; e a busca pela construção da Frente de Esquerda também será dialogada de modo a garantir as diferentes organizações partidárias entre as prioridades partidárias;

Coligações:

Seguir o diálogo já iniciado com a UP (Unidade Popular Pelo Socialismo) e o Movimento Raiz, dois partidos em processo de legalização, e com dois partidos historicamente consolidados, o PSTU e o PCB. Caso esses diálogos sejam concretizados, teremos a maior frente de esquerda já realizada em João Pessoa, esse é o campo de aliança prioritário do PSOL no município.


João Pessoa, 03 de maio de 2016 
DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PSOL JOÃO PESSOA

Tárcio Teixeira 

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Vereador é vítima de denúncia anônima e diz que irá procurar a justiça para se defender

O vereador Jucinério Félix se pronunciou nesta terça-feira (4), após ter sido alvo de grave denúncia anônima de pedofilia, fato divulgado por portais de notícias da Capital do Estado, que supostamente o parlamentar havia abusado de um menor de 17 anos, no ano de 2015. Segundo versão divulgada por dois portais, um documento recebido pelo Conselho Tutelar de Cajazeiras com a assinatura da conselheira Terezinha Carolino de Souza, faz a denúncia anônima e mesmo sem haver uma autoria, os veículos de comunicação divulgaram a referida prática. 

Abaixo, todo o teor da denúncia.
O parlamentar negou a denúncia e procurou a sede do Conselho Tutelar acompanhado de um advogado, porém, ao chegar ao Conselho, os demais membros informaram que a denúncia não havia chegado até lá. Procurado para responder sobre o ocorrido, Jucinério informou que não havia registro dessa ocorrência e concluiu – “A conselheira Terezinha vai ter que responder sobre isso”. Ainda de acordo com o vereador a conselheira estava de folga no dia em que deu como recebida à denúncia. “Ela vai ter que se explicar, ela se precipitou em expor as pessoas, é muito grave, vou processar todos os sites e rádios que veicularam essa denúncia sem ao menos me procurar para me ouvir, é muito estranho a imprensa da Capital ter acesso primeiro que o próprio Conselho Tutelar de Cajazeiras”, indagou. Procurada para se pronunciar, a conselheira não quis se manifestar.


Da redação

Convite: Câmara Municipal realizará sessão especial para debater problemática dos moto-taxistas de Cajazeiras



Ascom

35 partidos com registro no TSE entregaram prestações de contas de 2015

Os diretórios nacionais dos 35 partidos políticos com registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apresentaram suas prestações de contas do exercício de 2015 na Corte Eleitoral. O prazo para a entrega das contas terminou na segunda-feira (2). O Partido Ecológico Nacional (PEN) foi o único apresentar as contas do ano passado fora do prazo. A legenda encaminhou a prestação de contas na terça-feira (3).
Os diretórios nacionais das legendas precisam apresentar no TSE as respectivas prestações de contas. Já os diretórios estaduais devem entregá-las aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), e os diretórios municipais, nas zonas eleitorais.  
De acordo com a Lei dos Partidos Políticos (Lei nº 9.096/1995), os partidos registrados no TSE devem apresentar a prestação anual de contas partidárias até 30 de abril do ano seguinte ao do exercício. No entanto, a Corte Eleitoral prorrogou para o dia 2 de maio a data-limite para a entrega da prestação de contas de 2015 já que 30 de abril caiu em um sábado.  
Obrigatoriedade 
A entrega da prestação de contas anual pelos partidos políticos é determinada pela Constituição Federal (artigo 17, inciso III) e pela Lei dos Partidos Políticos (artigo 32). Segundo a legislação, cabe à Justiça Eleitoral fiscalizar as contas dos partidos, para verificar a origem e a aplicação dos recursos declarados pelas legendas em sua prestação de contas. 
Além da prestação de contas anual dos partidos políticos, é importante ressaltar que as legendas também devem apresentar à Justiça Eleitoral, no ano de realização de eleições, a prestação de contas de campanha, identificando a origem e destino dos recursos aplicados nas eleições. 
Os próximos passos 
A partir de agora, a Justiça Eleitoral determinará, imediatamente, a publicação do balanço patrimonial e da demonstração do resultado do exercício financeiro do partido na imprensa oficial. Onde não existir imprensa oficial, haverá a afixação dos balanços no cartório eleitoral, para que algum outro partido ou cidadão, caso queira, possa questionar as contas ou impugná-las. 
Depois da publicação, os processos ficam disponíveis em secretaria durante 15 dias, prazo em que qualquer interessado poderá ter acesso ao conteúdo das contas. Em seguida, em até cinco dias, o Ministério Público Eleitoral ou qualquer partido político poderá impugnar as contas, relatar fatos, indicar provas e pedir abertura de investigação para apuração de qualquer ato que viole as prescrições legais ou estatutárias a que, em matéria financeira, os partidos e seus filiados estejam sujeitos (Resolução TSE nº 23.464, artigo 31). 
Após a fase de impugnação das contas, o processo é encaminhado a um relator, que determina o início do exame. Os técnicos do TSE verificam preliminarmente se os autos da prestação de contas contêm todas as peças exigidas pela legislação. Caso seja constatada a falta de qualquer peça, a unidade de exame sugere ao relator uma diligência para complementar a documentação. 
Contas não apresentadas 
Se o partido não entregar a prestação de contas dentro do prazo, a Presidência do Tribunal é informada que a sigla está inadimplente quanto a essa obrigação. O partido, então, é intimado a apresentar as contas em um prazo de 72 horas. 
Ao fim desse prazo, se a sigla permanecer inadimplente, o presidente do Tribunal ou o juiz eleitoral deverá determinar a suspensão imediata da distribuição ou repasse de novas cotas do Fundo Partidário, nos termos do artigo 30, inciso III, alínea “a” da Resolução TSE nº 23.464, sujeitando-se, ainda, o partido ao julgamento de contas não prestadas. 
Os diretórios municipais que não tenham movimentado recursos financeiros ou arrecadado bens estimáveis em dinheiro podem optar pela Declaração de Ausência de Movimentação de Recursos, instituída pela Lei nº 13.165, de 29 de setembro de 2015. 
EM/JP

Projeto de Luiz Couto prevê igualdade racial e de gênero no serviço público

A Câmara dos Deputados analisa proposta que estabelece normas de igualdade racial e de gênero no serviço público.
O Projeto de Lei 238/15, do deputado Luiz Couto (PT-PB), diz que a administração pública federal garantirá a igualdade das condições de trabalho, de oportunidade e de remuneração, independentemente da etnia, da religião, da opinião política, do sexo e da orientação sexual do servidor.
Caberá à administração pública desenvolver políticas de combate ao preconceito, observando a lei e os tratados internacionais firmados pelo Brasil. Também estão previstos seminários e palestras para discutir a violência contra o servidor público – seja psicológica, moral, física, ética, de privação de direitos ou de ameaça.
Apuração
O projeto prevê ainda a apuração em 30 dias das denúncias de violência e assédio sexual ou moral ocorridas no ambiente de trabalho contra o servidor. Conforme o texto, essas práticas serão puníveis com suspensão ou demissão, que são penalidades previstas na Lei do Servidor (8.112/90), sem prejuízo da responsabilidade penal e civil.
Atualmente, o Código Penal (Decreto-lei 2.848/40) pune o assédio sexual com detenção de um a dois anos. Já o assédio moral não tem regulamentação jurídica específica, sendo punido com base em alguns itens da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT – Decreto-lei 5.452/43).
Burocracia
Luiz Couto observa que as demandas para políticas de igualdade de oportunidades ocorrem de maneira mais perceptível no setor privado. O setor público, na avaliação do parlamentar, enfrenta entraves burocráticos e políticos para consolidar políticas de inclusão.
“Embora existam algumas iniciativas, há que se criar mecanismos que transponham a barreira cultural que submete mulheres, negros e negras, mesmo quando exercem funções idênticas a de homens brancos, a uma inferioridade que não se sustenta mais na atualidade e contraria os preceitos constitucionais e os tratados internacionais”, diz Luiz Couto.
O deputado cita estudo da Organização Internacional do Trabalho (OIT), segundo o qual em 2001 as mulheres recebiam 79% do rendimento dos homens por hora trabalhada; e os negros, 50% do rendimento dos brancos. Já as mulheres negras ganhavam 39% do rendimento dos homens brancos.
Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Direitos Humanos e Minorias; de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. 
Assessoria

terça-feira, 3 de maio de 2016

Patos e mais 12 municípios receberão a Caravana do Coração em julho

Já está confirmado. A quarta Caravana do Coração que acontece na Paraíba será realizada de 04 a 17 de julho, contemplando 13 municípios. Patos é um destes municípios e tem o diferencial da Maternidade Dr. Peregrino Filho manter uma parceria com a Rede Perinatal/Círculo do Coração para identificar cardiopatias congênitas intrauterinas, que é feita através de exames feitos na maternidade que são avaliados online por profissionais do Hospital Português de Recife. A Caravana é uma ação conjunta do Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da Rede de Cardiologia Pediátrica da Paraíba (RCP) em parceria com a ONG Círculo do Coração de Pernambuco.

Além de Patos, as cidades de Sumé, Monteiro, Princesa Isabel, Itaporanga, Cajazeiras, Sousa, Catolé do Rocha, Pombal, Picuí, Esperança, Guarabira e Itabaiana receberão a visita dos cerca de 50 profissionais que integram o grupo de trabalho. A Caravana do Coração tem por objetivo realizar um mutirão de triagens, consultas e exames cardiológicos com ajuda de uma equipe multidisciplinar de profissionais de diversas áreas, entre enfermeiros, pediatras, dentistas, cardiologistas, ecocardiografistas, psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, arte educadores, equipe de laboratório, equipe de tecnologia da informação e administradores.

O foco da ação serão crianças de 0 a 12 anos e gestantes com idade gestacional de 22 a 28 semanas que apresentem algum tipo de cardiopatia ou problemas oriundos de cardiopatias. Este ano a Caravana incluirá também serviços de saúde bucal – avaliação, orientação, distribuição de kits de escovação e aplicação de flúor. Além disso, bebês com microcefalia também serão assistidos pelo projeto.

A meta deste ano é atender até 1300 crianças, totalizando cerca de 15 mil atendimentos, tendo em vista que cada criança poderá ter acesso a até oito atendimentos diferentes. Serão atendidos até 100 pacientes por cidade (80 crianças com cardiopatia, 10 crianças com microcefalia e 10 fetos). Além disso, serão feitas até 315 capacitações profissionais por cidade – até 25 especializações em Ecocardiograma Fetal, 120 Atualizações em Enfermagem, 120 qualificações em Ausculta Eletrônica, 25 em Enfrentamento da Microcefalia e 25 em Propriedade Intelectual.

Segundo a diretora assistencial da Maternidade de Patos, Luciana Maia, a unidade dará todo o aporte necessário para recepcionar os profissionais da Caravana, como fez nos anos anteriores, além de inscrever seus profissionais nas capacitações que serão realizadas em Patos. “Essa Caravana desenvolve um trabalho muito importante e terá todo nosso apoio”, destaca Luciana.


Fonte: Governo da Paraíba

Nonato reitera nome de Jucinério como presidente municipal do PPS e transformação da comissão em diretório

O presidente estadual do PPS (Partido Popular Socialista) e vice-prefeito da Capital, João Pessoa, o jornalista Nonato Bandeira, participou ao vivo na tarde desta terça-feira (03) do programa Boca Quente, Parte II, onde falou de diversos assuntos referentes à legenda, principalmente sobre o encontro regional da próxima sexta-feita (06) em Cajazeiras, que tem início previsto para as 10h00 na Câmara Municipal.

Sobre o assunto, Bandeira disse que o encontro servirá, dentre outras coisas, para cumprir o compromisso de transformar as comissões provisórias em diretórios devidamente regularizados e legalizados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), dando autonomia e independência aos partidos nos municípios. 
Ouça os áudios clicando AQUI!

Leia também


PPS realiza congressos regionais em Pombal, Sousa e Cajazeiras

A direção do PPS na Paraíba realiza no próximo final de semana mais três eventos no sertão paraibano, dentro da política traçada pela legenda de transformar as comissões provisórias em diretórios municipais devidamente legalizados pelo Tribunal Regional Eleitoral.

Nesta sexta(06/05), às 10h00, o evento ocorre em Cajazeiras. No mesmo dia, às 18h00, será a vez de Pombal. E no sábado(07/05), às 10h00, a cidade de Sousa recebe o congresso do PPS. O local dos três eventos será na Câmara Municipal de cada município.

O secretário geral do partido e um dos responsáveis pela organização, Carlos Clayton, informou que o PPS dá sequência a uma série de compromissos dessa natureza, que inclusive já ocorreram este ano em cidades como Pilõezinhos, Catolé do Rocha, Brejo dos Santos, Monte Horebe, Pilar, Areia, Remígio, São José de Caiana e Rio Tinto.

"Saímos de 27 representações municipais e hoje estamos em 131 cidades paraibanas, sempre enfatizando a autonomia e independência política do partido, respeitando as decisões municipais, mas cobrando também reciprocidade nas diretrizes estadual e nacional do partido", afirmou o dirigente partidário.

Assessoria

Paciente pega fogo durante cirurgia

Um paciente pegou fogo enquanto estava passando por uma cirurgia. A primeira versão é que o incidente teria sido causado por um elevado nível de oxigênio no ambiente.
No entanto, um segundo  relatório aponta que uma faísca teria provocado o fogo. Não se sabe que tipo de cirurgia estava sendo realizada.


O centro médico NYU Langone, onde aconteceu o caso, foi criticado por falhas nos procedimentos de segurança. Os investigadores disseram que havia uma “falha de comunicação entre o cirurgião e o anestesista”.
O incidente aconteceu em Nova Iorque, nos Estados Unidos.
Com informações do Metro