terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Vídeo: jumento caminha e cai de telhado de casa no Bairro Cristo Rei em Cajazeiras - PB



Com reporterpb

Justiça Federal na Paraíba altera sistema de plantões para este ano

A Justiça Federal na Paraíba (JFPB) alterou o sistema de plantão judiciário a partir deste ano, seguindo o que determina a Portaria nº. 1450/2017, que tornou o serviço regionalizado e concentrado, administrativamente, na Sede do órgão, em João Pessoa, e na Seção Judiciária de Campina Grande.

Com a mudança, quando o plantão for sediado em João Pessoa, por exemplo, abrangerá os feitos (procedimentos destinados a evitar o perecimento de direito e assegurar a liberdade de locomoção) e audiências de custódia das Varas da Capital (1ª, 2ª, 3ª, 5ª, 7ª, 13ª, 16ª e Turma Recursal) e de Guarabira (12ª). O trabalho será idêntico quando o magistrado de Guarabira estiver de plantão, ficando responsável pelos casos que envolvem a abrangência daquele município, além dos relacionados à Capital.

Já a Subseção de Campina Grande, quando estiver de plantão, será responsável pelos casos que envolvem a 4ª, 6ª, 9ª e 10ª Varas Federais, existentes no município, além das Varas de Sousa (8ª e 15ª), Monteiro (11ª) e Patos (14ª). Quando o juiz de Monteiro estiver escalado para o plantão analisará os feitos e audiências de custódia da sua área de jurisdição, além dos processos de Campina Grande, Sousa e Patos, e, assim, sucessivamente com os demais magistrados plantonistas dessas cidades.

De acordo com o diretor do Núcleo Judiciário da JFPB, Ricardo Correia, a novidade racionalizará os plantões, já que os magistrados poderão despachar os processos do local onde estão, por meio da internet. “Em cada localidade haverá, no mínimo, um servidor de informática e um oficial de justiça de sobreaviso, a fim de cumprir as eventuais determinações do juiz plantonista e viabilizar as audiências de custódia”, explicou.

Para saber quais os juízes que estão de plantão, a cada dia, o usuário precisa acessar o site da JFPB (www.jfpb.jus.br) e clicar na aba “Plantão Judiciário”, localizada na lateral direita do endereço eletrônico.


Ascom-JFPB

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Posse do novo secretário de cultura ocorreu em evento bastante prestigiado

A solenidade de posse do novo Secretário de Cultura do Município de Cajazeiras -, realizada na última sexta-feira (12), foi bastante prestigiada com a presença de autoridades e, vários setores da cultura cajazeirense.

No início, foram realizadas algumas apresentações culturais dando um brilho maior ao evento.

Durante solenidade de posse, o prefeito José Aldemir reafirmou seu compromisso com a Cultura de sua terra, assegurando a abertura do Museu de Cajazeiras. Ele destacou ainda, a competência de Ubiratan de Assis, que terá uma importante missão na condução da nossa Cultura, confirmando que transformará em secretaria a atual pasta que é executiva.
O Secretário, Ubiratan de Assis afirmou que tem o proposito de trabalhar criando um calendário cultural, e para isso, deverá ouvir os setores culturais da cidade. "Bira" fez questão de falar que não dará atenção a picuinhas, pois, o seu desejo a frente da secretaria é engrandecer a Cultura de Cajazeiras.

Na mesma solenidade, o prefeito empossou e fez a entrega da portaria ao Secretário Adjunto de Infraestrutura - Harley de Souza Lira, que foi indicado para o cargo no início de dezembro do ano passado.



Com Secom

Mulher usa mandioca de 30 cm em forma de pênis para se masturbar e vai parar no hospital

Ela teve que ser operada por médicos para que a mandioca na vagina pudesse ser removida.
Uma mulher ficou em situação de fragilidade, depois que desenhou em uma enorme mandioca, um vibrador improvisado. A mulher acabou errando no projeto, fez um objeto muito grande e cônico e esse foi seu grande erro. O falo ficou preso em sua vagina e causou um enorme sangramento. Estima-se que a mandioca desenhada para se parecer com um pênis tenha cerca de 30 cm.

Ela teve que ser operada por médicos para que a mandioca na vagina da mulher pudesse ser removida. Os médicos tiveram que realizar uma operação imediata para removê-lo de seu genital, já que não foi possível a remoção.


Veja o tamanho da mandioca que acidentalmente ficou presa na vagina de uma mulher durante a masturbação.

Ela foi entrevistada após as operações médicas e explicou que ela se masturbava com uma mandioca porque ela não tem namorado e não consegue encontrar nenhum homem. Neste dia em especial, ela estava excitada e decidiu usar a raiz de mandioca de 18 polegadas como um vibrador.


Fonte: 24 Horas News

domingo, 14 de janeiro de 2018

Cinema: cajazeirense Raquel Rolim irá fazer parte do elenco de Incursão

O filme é um drama/ficção científica de longa metragem com filmagens agendadas para o dia (15) de fevereiro se estendendo, ao dia (02) de março de 2018. Os trabalhos acontecem nas cidades de Bananeiras e Remígio, ambas, no Estado da Paraíba.

A película traz no elenco principal, o ator Fábio Campos, Cláudia Lira (atriz da Globo), Fernando Teixeira, Dadá Venceslau, Beto Quirino, Raquel Rolim, Magna Fontes, Arly Arnaud, Mariana Abreu, Fábio Ramon, João Vigo, Erinaldo Sousa, Goreth Leitão,  Allyson Ricardo, Rui Marques e, Guata Maftum.

Incursão é uma produção da STAIRS 
(https://www.youtube.com/watch?v=1Inr9g42jcc) ORBE https://www.orbeproducoes.com.br/ e, 
ARQUITETO CINEMA https://youtu.be/LcVTrMsCDTY.
Roteiro: Eduardo Moreira
Direção: Silvio Toledo e Eduardo Moreira



Assessoria

sábado, 13 de janeiro de 2018

Prefeito José Aldemir anuncia oficialmente programação do Carnaval 2018 de Cajazeiras

A programação oficial do Carnaval 2018 de Cajazeiras foi divulgada no início da noite da última sexta-feira (12), pelo prefeito José Aldemir em seu gabinete.
Inicialmente, o prefeito destacou que fará um evento voltado para toda a população gratuitamente, devendo buscar parcerias com a iniciativa privada.
A festa de Momo terá inicio oficialmente no sábado (10), no corredor da folia. Mas, na sexta-feira (09), a festa será feita pelo bloco "Os Imprensados", e o Baile do Havaí no Campestre Clube.
Durante todos os dias de Carnaval, haverá desfile dos blocos tradicionais: Virgens (sábado), Amélia Nunca Mais e bloco do Índio (domingo), Cafuçú (segunda) e Dindim de Cajá (terça).
O prefeito revelou o apoio dado aos blocos com a estrutura através do Mini Trio e banheiros químicos, abrilhantando ainda mais o evento.
Além do corredor da folia, o Carnaval de Cajazeiras contará com a Praça do Frevo com as orquestras (Santa Cecília, Clarins de Momo, Frevura e Orquestra Uiraunense).
Na Praça do Rock no Largo da Telemar será outro atrativo do evento e contará com 11 bandas (Coletivo Nossa Caza, Dizigual, Rosa Rubra, Vinil Vagabundo, Comportamento Zero, Pegado e a Peleja, Baião de Doido, Sigma, Descendentes das Tribos, Epidemia Tipo 5).
Assessoria

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Prefeitura de Cajazeiras abre inscrições para o Programa Minha Casa Minha Vida

A Prefeitura Municipal de Cajazeiras, através da Secretaria de Desenvolvimento Humano, que à frente - a Secretária Gerlane de Moura Gomes inicia a partir do dia (16 ao dia 24) deste mês de janeiro de 2018, o período de inscrição para mutuários do Programa do Governo Federal "Minha Casa Minha Vida".

Os interessados deverão se dirigir ao Centro Administrativo Municipal - Edme Tavares de Albuquerque, à Avenida Joca Claudino, SN, Conj. Tancredo Neves - (em frente ao CAIC), das 08 às 17hs.

A Prefeitura de cajazeiras vem reforçar os critérios para cadastro de candidatos ao referido programa.

A documentação exigida para realização da inscrição e cadastro ao programa é:

- RG;
- CPF;
- Título de Eleitor;
- Certidão de Nascimento para solteiros ou de casamento, ou ainda, atestado de óbito do cônjuge (se for o caso);
- Em caso de divórcio é necessário apresentar averbação da separação;
- Comprovante de Renda;
- Certidão de Nascimento do(s) filho(s);
- Cartão do Bolsa Família, ou;
- Número do NIS - (Número de Inscrição Social);
- Uma foto 3X4;
- Comprovante de Residência;
- Contrato de Locação, ou recibo do proprietário do imóvel que reside. Todos os documentos solicitados tem como prioridade a apresentação de cópias com os originais.

Vale lembrar, que os interessados deverão apresentar também - cópias dos documentos pessoais de todos os dependentes.

Segue os critérios dos candidatos e prioridades segundo a portaria nº 412, de 6 de agosto de 2015 do Ministério das Cidades:

A) renda familiar compatível com a modalidade (renda familiar no máximo de R$1.800,00);
B) não ser proprietário, cessionário ou promitente comprador de imóvel residencial.

Os critérios nacionais são:

A) famílias residentes em áreas de risco ou insalubres ou que tenham sido desabrigadas, munidas de comprovação;
B) famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar, comprovado por autodeclaração (no Bolsa Família);
C) famílias de que façam parte pessoa(s) com deficiência, comprovado com a apresentação de laudo médico.
Critérios adicionais, caso sejam adotados, deverão ser selecionados dentre os a seguir listados:
D) famílias residentes no município há no mínimo (dez) anos, comprovando com a apresentação de comprovante de residência;
E) família em situação de vulnerabilidade social:
F) famílias de que façam parte pessoa(s) com doença crônica incapacitante para o trabalho,comprovado por laudo médico;
G) famílias beneficiadas por Bolsa Família ou Benefício de Prestação Continuada (BPC) no âmbito da Política de assistência Social, comprovado por declaração do Bolsa Família;
H) famílias que se encontrem em situação de rua;
I) famílias com filho(s) em idade inferior a 18 (dezoito) anos, comprovado por documento de filiação;
J) famílias em atendimento de "aluguel social", comprovado com declaração pelo CRAS ou Secreta Municipal de Desenvolvimento Humano;
K) famílias monoparentais (constituída somente pela mãe, somente pelo pai ou somente por um responsável legal por crianças e adolescentes), comprovado por documento de filiação e documento oficial que comprove e guarda;
L) famílias de que façam parte pessoa(s) idosa(s) comprovado por documento oficial que comprove a data de nascimento;
M) famílias de que façam parte pessoa(s) com doença crônica incapacitante para o trabalho, comprovado por laudo médico;
N) famílias de faça parte mulher atendida por medida protetiva prevista na Lei nº 11.340, 7 de agosto de 2006 (Lei Maria da Penha), comprovado por cópia da determinação judicial que definiu a medida.

A documentação solicitada obedece aos critérios legais do processo e é o princípio para que o cidadão possa participar do processo seletivo para possivelmente ser beneficiado com uma casa pelo programa social.

A seleção dos beneficiários aprovados se dará pela Caixa Econômica, onde ocorrerá o cruzamento das informações passadas pelos candidatos, através do Sistema Nacional de Habitação.

O valor da parcela será no mínimo de R$ 80,00 e no máximo de R$ 260,00. A documentação incompleta, uma letra errada no nome registrado, informação e tudo o que foge aos critérios pré-estabelecidos invalidam a participação.
O participante não pode ter nenhuma restrição no CPF, no que se refere à Receita Federal (dívidas trabalhistas, dívida de fechamento de algum empreendimento, por exemplo).


Com Secom

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Justiça Federal na Paraíba divulga calendário de inspeções de 2018

Varas federais serão vistoriadas entre os meses de fevereiro e junho


A Justiça Federal na Paraíba (JFPB) começará, no próximo mês, a inspecionar as Varas que compõem a Seção Judiciária do Estado, conforme o edital nº. 1009/2017, que prevê as vistorias programadas para este ano. Os trabalhos serão iniciados em João Pessoa e seguem até junho.

Confira o calendário com as datas de fiscalização de todas as Varas:

19 a 23 de fevereiro: 7ª (João Pessoa)
12 a 16 de março: 15ª (Sousa)
19 a 23 de março: 3ª, 5ª e 7ª (João Pessoa), 8ª (Sousa) e Turma Recursal (João Pessoa)
02 a 06 de abril: 14ª (Patos)
16 a 20 de abril: 6ª, 9ª e 10ª (Campina Grande)
07 a 11 de maio: 1ª (João Pessoa) 11ª (Monteiro) e 12ª (Guarabira)
21 a 25 de maio: 2ª e 13ª (João Pessoa) e 4ª (Campina Grande)
18 a 22 de junho: 16ª (João Pessoa)
No período de inspeção, não haverá interrupção da distribuição, no entanto serão suspensos o atendimento às partes, os prazos processuais e a realização das audiências. Serão atendidos somente os casos urgentes (pedidos, ações, procedimentos e medidas), destinados a evitar perecimento de direitos ou assegurar a liberdade de locomoção.

 Assessoria de Comunicação

Prefeito José Aldemir convida cajazeirenses para solenidade nesta sexta (12)



Secom-CZ

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

SINFUMC - Oficio nº 01/2018



Assessoria

Mãe flagra babá espancando seu bebê e 'enche' ela de porrada

Um vídeo já passou das cinco milhões de visualizações e tem quase 60 mil compartilhamentos.

Pais de todo mundo, principalmente os que têm filhos pequenos, estão preocupados com uma situação: quem colocar dentro de casa para cuidar das crianças. As notícias mostram que cada vez mais casos de violência das babás contra crianças aumentam. O pior é que as agressões acontecem de todas maneiras, algumas até brutais, como queimar os pés ou as mãos da criança em uma panela. Provavelmente foi por causa disso, e também por conta de grande desconfiança, que uma mãe decidiu colocar câmeras dentro de casa para monitorar o que acontecia quando apenas a sua funcionária e sua bebê, de 3 anos, ficavam sozinhas no local.

Essa mãe tomou uma das suas melhores decisões após colocar as câmeras dentro de casa. Assim como outros pais, que ficam irritados e indignados, a mulher descobriu que a babá estava agredindo a sua filha, tudo graças ao monitoramento. No entanto, a mãe, como qualquer responsável faria, não conseguiu se controlar e saiu do trabalho para tirar satisfação com a babá. Pelo vídeo que está sendo divulgado na internet, o caso pode ter acontecido nos Estados Unidos. A gravação mostra a mãe surrando a agressora, chamando-a de “vagabunda”, no idioma local, claro.

Em uma das páginas em que foi compartilhado, o vídeo já passou das cinco milhões de visualizações e tem quase 60 mil compartilhamentos. Nos comentários, muitos pais expressam o sentimento e afirmam que ninguém pode julgar a mãe por defender a sua filha. As imagens contam com quase um minuto. Nesse tempo inteiro, a mãe não respira e começa acertando socos na babá, até que ela cai no chão e recebe mais golpes da mulher, que ainda está revoltada com a situação.

“Aula de como resolver problemas de maus tratos, o melhor é que é grátis, ainda que a professora foi boazinha”, comentou uma internauta chamada Roberta Carvalho, com quem muitos outros internautas concordaram. Outro internauta, chamada Miriam Dantas afirmou que a polícia também deveria ser acionada para que a babá tivesse aquilo registrado em sua ficha, para não conseguir mais empregos nessa área. O comentário também foi bastante curtido.


24 Horas News

Advogado cajazeirense morre em João Pessoa vítima de complicação durante cirurgia

Faleceu na noite da última terça-feira (09) no Hospital Samaritano em João Pessoa, o advogado e contador cajazeirense Rildo Maciel.

Rildo encontrava-se internado há alguns dias, onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica. O advogado foi vítima de um acidente na terça-feira (02), quando estava parado em sua moto no semáforo próximo ao fórum de Cajazeiras, e foi colhido por um carro, sofrendo fratura em uma das pernas. Por ser diabético, o quadro clínico se agravou e Rildo faleceu.

O mesmo tinha levava o nome do pai em saudosa memória, um dos primeiros chefes do antigo INPS de Cajazeiras, hoje, o INSS. Rildo era filho da professora Eva.



Alto Sertão

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Amidi repudia atitude da FPF contra profissionais de sites em jogos no Sertão

Em nota, a Associação da Mídia Digital da Paraíba (AMIDI-PB) avaliou como truculenta e sem justificativa a ação da Polícia Militar e da Federação Paraibana de Futebol (FPF) durante partidas do Campeonato Paraibano de Futebol. Profissionais dos sites de notícias Diário do Sertão e TV Sousa teriam sido impedidos de cobrir a partida de forma truculenta.

Confira texto na íntegra:

A Associação da Mídia Digital da Paraíba vem a público lamentar a atitude arbitrária, grosseira e injustificada da Federação Paraibana de Futebol, no último domingo nas cidades de Sousa e Cajazeiras.

De forma truculenta e injustificada, com uso indevido e autoritário da Polícia Militar, representante da FPF impediu os sites Diário do Sertão e TV Sousa de transmissão de jogos do Campeonato Paraibano, apesar de ambos os veículos terem autorização documentada dos clubes donos do mando de campo.

Um ato, antes de tudo, pouco inteligente por parte de uma Federação que sabe, mais do que todos, da fragilidade do nosso campeonato estadual e da necessidade de fortalecimento de sua imagem. Isso se faz com unidade, humildade e parcerias, nunca com uma postura de isolamento e nem de sapato alto, privilegiando uns e discriminando outros.

O único interesse até aqui dos sites e portais que veiculam jogos do campeonato é de estimular o futebol paraibano, fazendo ele chegar a lugares que, inclusive, a mídia tradicional não pode mostrar. Na maioria dos casos, paga-se do próprio bolso as transmissões.

A comunicação digital não tem limites, fronteiras e nem muito menos exige e nem cobra assinatura para exibir imagens, áudios e informações. É acessível, é plural, é democrática. Infelizmente, a FPF segue na contramão dos ventos que sopram sem caminho de volta.

A Amidi repudia esse gesto insensato do presidente da Federação, Amadeu Rodrigues (foto), anuncia providências para garantir o exercício pleno das atividades dos veículos de internet e reitera disposição inarredável de divulgar, popularizar e potencializar o esporte e o futebol da Paraíba, mesmo que para marcar esse gol seja preciso lutar contra adversários retrógrados e arcaicos.

Estamos prontos para o diálogo, mas repeliremos à altura desrespeitos e afrontas ao nosso segmento. Desse campo, não recuaremos.


Luiz Fábio Targino
Presidente 

Diretor de TV censurado por FPF diz que foi humilhado em estádio de Cajazeiras e questiona: “É porque sou negro”?

"Chegou em tempo de derrubar a porta lá, no 'bicão. Minha esposa chegou chorando em casa", revelou o profissional de imprensa.

O diretor da TV online Sertão da Paraíba, com sede em Cajazeiras, Wgleyson Souza lamentou nesta terça-feira (9), a forma truculenta com que foi tratado pelo delegado da Federação Paraibana de Futebol nesse domingo (7), no estádio Perpétuo Correia Lima (Perpetão), durante a transmissão do Campeonato Paraibano 2018. “Ser humano nenhum deveria ser tratado dessa forma”, lamentou o diretor, relembrando que já trabalhou em vários segmentos da imprensa e nunca havia passado por situação semelhante.

Wgleyson Souza contou que estava com sua esposa, que também faz parte da equipe, durante a abordagem “grosseira” e humilhante da FPF.  “Chegou em tempo de derrubar a porta lá, no ‘bicão. Minha esposa chegou chorando em casa”, revelou ele.

O diretor da TV online revelou que o representante da FPF chegou desligando os seus equipamentos. “Desligaram meu notebook da tomada, e eu fiquei com prejuízo de um hd”, contou Wgleyson.

Ele se disse muito triste com a situação vivida no Perpetão e indagou: “Estamos voltando a Ditadura Militar? Estamos retrocedendo? Que humilhação é essa?”.

Indignado, Wgleyson questionou: “É porque eu sou negro? É porque minha esposa também é negra?”

O diretor da TV relembrou que estava fazendo a transmissão autorizada pela direção do Atlético. “Deu autorização verbal, mas tenho testemunha”.

Para completar, Wgleyson confirmou presença na reunião com a FPF nessa quarta-feira (10), em João Pessoa e desabafou: “Quero dizer que sou negro, mas não sou bandido não”.


DIÁRIO ESPORTIVO